Falso email: Os Estados Unidos já dominaram Roraima

Já escrevi várias vezes aqui no GF Soluções alertando para emails falsos, que ou trazem vírus para seu computador, ou te levam para algum site de phishing, ou então trazem uma mensagem com uma mentira que só faz entulhar sua caixa de entrada.

É incrível como as pessoas ainda caem nesse tipo de mensagem / golpe. Uma rápida procura no Google e tudo está claro.

Hoje escrevo para alertar sobre mais uma dessas correntes que não trazem nenhum tipo de vírus para o computador, mas enche as caixas de email de milhares de pessoas em alguns minutos.

A mensagem fala sobre o Estado de Roraima e conta uma história, mostrando em fatos (???) que Roraima já não é dos brasileiros e que os americanos e outros estrangeiros estariam se preparando para, a qualquer momento, invadí-la.

br319grandeok[1]

Essa mensagem é falsa e começa assim…

Segue abaixo o relato de uma pessoa conhecida e séria, que passou recentemente em um concurso público federal e foi trabalhar em Roraima. Trata-se de um Brasil que a gente não conhece.

As duas semanas em Manaus foram interessantes para conhecer um Brasil um pouco diferente, mas chegando em Boa Vista (RR) não pude resistir a fazer um relato das coisas que tenho visto e escutado por aqui.

Conversei com algumas pessoas nesses três dias, desde engenheiros até pessoas com um mínimo de instrução.

Até a Polícia Federal já tentou descobrir a origem do texto e ainda não conseguiu, mas se acredita que ela circule desde 2003, sendo sempre repassada para uma infinidade de contatos pela internet.

O problema é que quando você encaminha essas mensagens, seu nome pode ficar lá, numa assinatura de e-mail ou algo do gênero, o que pode lhe trazer dor de cabeça no futuro.

Foi o que aconteceu com algumas pessoas que tiveram seus nomes envolvidos na investigação, sendo suspeitos de terem iniciado a corrente, como por exemplo a acadêmica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) em Ribeirão Preto, Mara Silva Alexandre Costa, que encaminhou a mensagem recebida em 2004 e até hoje é procurada para saber se foi a autora da mensagem.

O pesquisador da Unicamp Celso Luiz Borges de Oliveira é outro que repassou o e-mail também, em 2004, e até hoje recebe emails e telefonemas pedindo confirmação de autoria do texto e de sua veracidade.

Da próxima vez que receber um email desse tipo, antes de qualquer coisa, faça uma busca rápido no Google. Você saberá rapidamente se o caso é verídico ou não.

Outro site muito interessante para se procurar informações é no Quatro Cantos, um site que desde 1999 cataloga esse tipo de mensagem. E não associe seu nome a lista de pessoas que repassam esse tipo de corrente. Você vai estar sendo inconveniente com seus amigos, que ainda pensarão o quanto você é ingênuo em repassar esse tipo de mensagem.

O que você acha desse tipo de mensagem e da inocência das pessoas em encaminharem para seus contatos? Deixe seu comentário e vamos conversar mais sobre o assunto.

Crédito da imagem: Roraima Online

Quer aprender como ganhar dinheiro na internet com conteúdo gratuito?

Gustavo Freitas

Problogger, empreendedor digital e criador do Método Start. Você conhece todos os meus projetos no Gustavo Freitas.Net.

Website: http://gfsolucoes.net

    0 Comentários

    1. Olá Gustavo!, Prazer em conhecer, amigo! Parabéns pelo Site! Rapaz, há algum tempo atrás fui vitima de um e-mail falso, acabei tendo que formatar meu pc e perdi vários dados importantes que eu ainda não havia salvo no site de hospedagem, onde eu costumo salvar meus arquivos na web, foi um verdadeiro transtorno, pois eu cliquei, por curiosidade no link do e-mail que me levou para um site e até hoje o perfil do meu blog se encontra lá neste site, não sei oque eu faço pois não dei permissão nenhuma para colocarem meu blog lá, e tem mais, o endereço esta escrito em caracteres que não consigo definir oque é, mas está lá o meu blog e no link do blog tem vários carácteres na frente , modificando assim o endereço real do meu blog. Eu só descobri isso pesquisando na web, e eu nem faço idéia doque seja, pois não tenho experiência nisso. só sei que tem algo a ver com top blog… Mas, é só isso, no mais não estou tendo problemas nenhum. Nunca mais vou ser curioso e abrir e-mail suspeito! Fica na paz amigo. Forte abraço…

    2. Luciano W.

      Olha só, o tal email é um pouco exagerado! Detesto correntes!Agora vem cá: você conhece Villas Boas? Olha o que ele fala!

      Esse cara entende de amazônia e conhece mais de índio do que você ou o pessoal do Quatro Cantos. Inclusive você cita este site que se utiliza de várias fontes / links que não existem mais na internet! O site é tão bom que está desatualizado / largado! E sobre os argumentos do Villas Boas, você acha que é pira dele?
      Valeu!

      • Luciano,
        interessante o vídeo, apesar de estar editado, não dá pra ter certeza do contexto que está sendo abordado na entrevista. Mas fica a dica para quem quiser se aprofundar no assunto. Não é o meu caso, já que o objetivo do artigo é alertar para as mensagens falsas e essa é uma mensagem falsa.
        Realmente não conheço de índio, mas esse não é meu intuito, volto a dizer que era apenas alertar para a mensagem, que continuo dizendo, é falsa.
        Quanto ao Quatro Cantos, ele não está desatualizado como você disse, inclusive tem novas mensagens atualizadas agora em 17 de janeiro de 2012.

    3. Como tenho e trabalho com negócios na internet, utilizo a divulgação eficiente sem praticar spam, enviando e-mail marketing apenas para pessoas que entraram na minha lista por vontade própria. Mas minha caixa de e-mails vive lotada de SPAMS e desse tipo de mensagens indesejadas como correntes e propostas que nem mesmo gostaria de receber.

      Mas não há como evitar o inevitável pois a internet é assim, e o que devemos é tomar cuidado para não cair em armadilhas desse povo que não tem mais o que fazer.

      • Marques,
        obrigado pelo comentário, claro que as situações são totalmente diferentes.
        Sucesso.

    4. Concordo com vc amigo Gustavo, Eu mesmo detesto correntes, e não abro qualquer email com link, hoje em dia todo cuidado é pouco e mesmo assim vc pega virus .

      • Camilo,
        obrigado pelo comentário. Acredito que nem quem envia correntes gosta delas… 🙂
        abraço.

    Deixe uma resposta