Feedburner: Dicas de utilização e monitoramento do seus feeds

Esse artigo é um Guest Post escrito por Sandra Baroni. Ela é administradora do blog Info-Macros onde você encontra dicas sobre wordpress, oscommerce, google, seo e muito mais. Visite o Info-Macros e se gostar do conteúdo assine os feeds do blog.
Now with brightkite
Creative Commons License photo credit: Mountain/Ash

Todos sabem da importância em oferecer um RSS Feed em seu blog, além de o leitor agregar todos os seus blogs preferidos em um só lugar, você ganha leitores assíduos e fiéis, mesmo que apenas acompanhem seus posts apenas pelos Feeds.

O FeedBurner

Quando você entra no FeedBurner com seu login e senha, a primeira coisa a ser mostrada são os seus feeds, de todos seus blogs, caso tenha mais que um, juntamente com a quantidade de leitores de cada um, ah, só para constar, essa quantidade varia de dia para dia, pois não é a quantidade de leitores que assinaram seu Feed, e sim a quantidade de leitores que acessaram seus Feeds naquele dia, por isso a variação diária.

Troubleshootize

Nessa aba existem uma série de dicas para resolver problemas de seu feed, são perguntas e respostas dizendo o que fazer no caso de seu feed não estar atualizado com seu Feed original, que como resposta diz para fazer um ping, ou seja, tentar contactar o feedburner através da página de ping deles, ou então, erros causados por caracteres inválidos ou problemas de XML, que podem ser causados por editar seus posts no Microsoft Word por exemplo, ou então, o problema que ocorreu comigo, há algum tempo, que meu feed simplesmente não estava funcionando, para esse tipo de problema existe a ferramenta Feed Validator.

O Feed Validator

Essa ferramenta é muito útil para saber se a ‘saúde’ de seu RSS vai bem, ou seja, se ele está conseguindo obter novos assinantes e se os antigos estão recebendo seus feeds corretamente, tanto por e-mail quanto nos agregadores.
Para entrar na ferramenta, na segunda resposta da aba Troubleshootize tem um link chamado ‘Original Feed Validity’, que o levará ao Feed Validator do seu blog. A tela que abrirá vai dizer logo no início se seu feed está ok, dizendo ‘This is a Valid RSS Feed’, ou então dirá que seu feed não é válido e por isso não está funcionando: ‘This Feed does not validate’.

Nos dois casos poderão aparecer erros logo abaixo da mensagem, se seu feed for válido não precisa se preocupar com eles, pois normalmente são erros de html, que nada interferem o feed em si, apenas poderá ocorrer que seu leitor não veja o texto ‘alinhado a esquerda’ ou algo assim que tem no seu html.

Mas, se seu feed não for válido precisa ver qual o erro e tentar consertar. Na página do feed validator ele mostrará todas as linhas do código do seu feed, mostrando em amarelo onde estão os problemas. Muitas vezes os erros são causados por causa do conteúdo do post, se você edita seus posts no Word por exemplo corre sério risco de que seus feeds não funcionem, pois esse editor costuma colocar um pouco de ‘sujeira’ dentro dos seus textos, causando problemas com os feeds. Existem vários outros tipos de erros, no meu caso o que estava causando o erro era o plugin chamado WassUp que tinha instalado para ver visitas em tempo real no meu blog, demorei para descobrir, mas foi só desinstalar que ele voltou a funcionar corretamente, no artigo Seu RSS é válido? eu conto como foi. Por isso a dica: quando instalar um novo plugin vá até a página do Feed Validator e confirme se seu feed continua funcionando.

FeedMedic

Na mesma aba de Troubleshooting existe um menu chamado FeedMedic, que lhe mostrará os seis últimos problemas encontrados com seu feed, tanto problemas técnicos quanto de conexão com o seu servidor. É útil para saber se mais alguma coisa está errada com seus feeds, se ele não mostrar nada, é porque está tudo ok.

FeedBulletin

Outro recurso importante que a FeedBurner oferece é o FeedBulletin. Ele funciona como um feed que você assina e lê no seu agregador de conteúdo preferido, como o Google Reader. Ele traz feeds de tudo o que acontece de errado com seu Feed, inclusive os relatórios do FeedMedic e até mensagens oficiais do Google, eventualmente. É útil caso você tenha tido problemas recentes com seu feed e quer acompanhar mais de perto a ‘saúde’ dele. Para assinar o FeedBulletin vá no menu ‘My Account’ bem em cima à direita, e clique em Activate e depois no link que aparecer, aí assine o feed como qualquer outro e comece a receber os feeds em seu agregador.

Espero que esse artigo tenha sido útil, na verdade foi apenas uma visão geral de alguns dos muitos recursos que o FeedBurner oferece, pretendo escrever no meu blog sobre outras ferramentas desse serviço. Quero agradecer a oportunidade de escrever aqui no blog GF Soluções, e convidar o Gustavo para um guest-post no meu blog também.
Um abraço a todos!

Quer conhecer a técnica que usei para ganhar R$ 1.091,80 em menos de 48 horas?

Gustavo Freitas

Problogger, empreendedor digital e criador do Método Start. Você conhece todos os meus projetos no Gustavo Freitas.Net.

Website: http://gfsolucoes.net

    0 Comentários

    1. Valdecir M. de azevedo

      Ola uso o tema atahualpa, tou fazendo o cadastro no FeedBurner: Quando vou iniciar dpois de digitado a url da o seguinte erro:The URL does not appear to reference a valid XML file. We encountered the following problem: Error on line 63: The processing instruction target matching “[xX][mM][lL]” is not allowed. O que ta havendo?
      agradeço
      meu site http://www.portaldamodailhota.com

      • Charles,
        o objetivo do GF Soluções é justamente esse, esclarecer os blogueiros,
        um abraço.

    2. Que bom encontrar vocês! vou aprender finalmente a configurar meu Feedburner?!!
      Se der certo, maravilha. Abraço, Vera.
      Acho que vou indicar lá no dihitt, para iniciantes, como eu.

    3. Gustavo, me dá uma luz, preciso configurar o feedburner do meu site para que apareça mais do que apenas 10 posts, tem como mudar essa configuração básica> Preciso que fique todos sempre na memória do feeds, ou então, os últimos 30 ou 40 feeds.

      • Georgia,
        se o seu blog for em wordpress tem como configurar nele mesmo, nas configurações.

    4. Ótimo post!
      Pena eu estar com alguns problemas. Há tempos que tento concertar um aviso do feedMedic, mas não consigo. Devido a isso não posso inserir nem um widget de posts relacionados que desejo.
      Já tentei seguir o que é sugerido no FeedMedic, mas nada deu certo.

    5. Bons os esclarecimentos, o FeedBarner tem ferramentas ótimas, porém, boa parte delas desconhecemos!
      Um abraço!

    6. Olá Sandra,

      Ótimo artigo mesmo, já havia lido um artigo parecido no Info – Macross, mas esse complementa a leitura anterior.

      Olá Gustavo,

      Ótimo blog, e a idéia de convidar a Sandra para escrever também foi ótima!

      Abraços.
      .-= Iúri´ publicou o artigo blog ..Você Costuma se Atrasar para Compromissos? =-.

    7. Este post com certeza vai me ajudar a ficar antenado nesse assunto de feeds, muitas pessoas fazem pouco uso desta ferramenta e até o próprio google mostra gráficos onde apontam o pouco uso desta ferramenta.
      .-= Brorg´ publicou o artigo blog ..PETROSAL.COM.BR – PETROSAL.GOV.BR =-.

    8. Olá Gustavo!
      Agradeço por ter publicado, e tão rápido!
      Falamos por e-mail sobre o guest post no meu blog!
      Obrigada a todos que leram e gostaram! 🙂
      E Roberto, com o maior prazer, entro em contato pelo e-mail!
      Um abraço a Todos!

    9. Parabéns

      Sandra

      Excelente guest post muito útil.

      Te convido a trocar Guest Post no Meu Blog e você também Gustavo.

      Um Abraço

      Roberto

    10. Fernando Kobaia

      Parabéns pelo post Sandra, esclareceu várias duvidas ;D

    11. Sandra,

      Seguindo suas dicas, efetuei a checagem nos meus feeds e tá tudo conforme o script.
      Parabéns pelo artigo.

    12. Sandra, Parabéns pelo excelente artigo, ele é sem dúvida alguma, muito útil para quem queima os seus feeds pelo FeedBurner.

      Um grande abraço!

    13. Sandra,
      parabéns pelo artigo, foi um prazer publicá-lo aqui no GF Soluções. Aceito o seu convite e vamos conversar melhor por e-mail,
      um abraço.

    Deixe uma resposta