TIC na Educação: Jogos que podem ser utilizados no processo de ensino aprendizagem

TIC na Educação: Jogos que podem ser utilizados no processo de ensino aprendizagem.

Esse artigo é apenas um esboço, uma ideia do que pode ser utilizado no processo de ensino aprendizagem, tanto na sala de aula quanto fora dela. Esse esboço está aberto a debate e sugestões, então se você tem algo interessante pra relatar sobre o assunto ou gostaria de questionar o conteúdo, fique a vontade pra utilizar o espaço reservado aos comentários.

A realidade tecnológica

Dependendo do contexto de sua escola os alunos já carregam para a sala de aula seus celulares. Até nas escolas em que essa prática não é permitida lá estão os celulares “escondidos” dos monitores e professores e trabalhando embaixo das carteiras.

A ideia é utilizar uma ferramenta tecnológica que faz parte da realidade dos alunos, o celular. Por mais simples que ele seja várias funcionalidades podem ser utilizadas para o processo de ensino aprendizagem, mas vou focar nos celulares com o sistema operacional Android.

Você pode utilizar vários aplicativos e jogos gratuitos disponíveis no Google Play. Basta utilizar um pouco a criatividade e se adequar ao nível de conhecimento de seus alunos. Claro que você pode utilizar a mesma ideia para jogos e aplicativos no computador, então utilizar o celular é apenas uma ideia.

Jogos para Android

Seguem alguns jogos para android que podem ajudar o aluno com raciocínio lógico.

Jogo da Forca

jogo da forca android

O jogo pode ser utilizado para melhorar o vocabulário dos alunos.

Descrição do jogo pelo fabricante

A cada letra errada, é desenhada uma parte do corpo do boneco. O jogo pode terminar em três casos: acertando a palavra, o boneco enforcado ou o tempo esgotado. A brincadeira é muito educativa e divertida. Com ela, você poderá aprimorar o aprendizado. É um jogo para toda a família, Crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Palavras Cruzadas

palavras cruzadas android

Esse jogo também pode ser utilizado para melhorar o vocabulário.

Descrição do jogo pelo fabricante

Desafie-se ou desafie seus familiares e amigos. Um jogo fácil de usar, divertido e educativo. Jogue onde quer que esteja – em casa, no ônibus, ou no parque. Se você deseja testar e aumentar seus conhecimentos gerais, então este jogo foi feito para você. Palavras Cruzadas tem a finalidade de ajudar você a aprender um pouco mais sobre vários assuntos de uma forma educativa e divertida! Agora todos podem experimentar a aprendizagem na ponta dos dedos!

Número jogos para crianças

tic na educação

O jogo pode ser utilizado para ensinar os primeiros conceitos de matemática.

Descrição do jogo pelo fabricante

Não é fácil de ensinar as crianças o conceito número, pela primeira vez. Lembrando a forma e pronúncia, como aprender os nomes para as coisas, é diferente de aprender o conceito de número, porque é impossível para as crianças a entender, em um curto espaço de tempo, o conceito de número, que é desenvolvido durante milhões de anos pela humanidade ..

Este número de aplicação de jogos é projetado para ajudar as crianças a compreender o conceito de número de uma forma divertida e fácil. Não só eles podem aprender os números pela forma e pronúncia, mas também entender melhor a ordem e o conceito de números, contando os vários animais que estão muito bem ilustrados.

Conclusão

Como falei no início, esse artigo é apenas um esboço, um primeiro passo para um debate da utilização de tecnologias como a presente nos celulares na sala de aula e também fora dela, transformando a sala de aula em algo a mais do que somente o período em que os alunos ficam na escola.

Se você gostou do artigo e das dicas passadas, por favor, compartilhe nas redes sociais e com amigos que trabalham com educação. Se quiser ajudar no desenvolvimento da ideia, deixe seu comentário.

No próximo artigo vou falar sobre aplicativos android para utilizar na sala de aula.

Quer conhecer a técnica que usei para ganhar R$ 1.091,80 em menos de 48 horas?

Gustavo Freitas

Problogger, empreendedor digital e criador do Método Start. Você conhece todos os meus projetos no Gustavo Freitas.Net.

Website: http://gfsolucoes.net

    13 Comentários

    1. Olá Gustavo.

      Minha mãe que não gosta muito de tecnologia adorou o artigo, ela disse que isso agrega a educação com a tecnologia, assim os alunos irão estudar fazendo uma coisa que eles gostam de usar.

      Abraços.

      • Samuel,
        que boa notícia. Significa que consegui mostrar pra ela que nem sempre a tecnologia é sinônimo de entretenimento e distração.
        Abraço.

        • E verdade, antes quando eu ainda não conseguia ganhar dinheiro com blogs, minha mãe fazia de tudo para me tirar da internet, depois que eu comecei a ter uma renda boa ela tem orgulho, fala pras amigas delas, que o filho dela com apenas 14 anos já tira quase 700 reais por mês apenas na frente do computador, isso mostra que a internet não é só pra quem não tem o que fazer, mas sim uma oportunidade de se ganhar muito e trabalhando pouco. Hoje consigo estudar nunca reprovei, e os meus blogs não me atrapalham no meu aprendizado.

          Abraços.

    2. Excelente artigo Gustavo!
      O uso da tecnologia nas salas de aula é muito importante até para que o professor possa se relacionar melhor com os alunos, falar a língua deles. O problema é que os professores, especialmente da rede pública, ainda não tem suporte e alguns nem interesse em se inteirar com as novas mídias.

      • Viviane,
        por isso que em outro artigo da série abordei se as TIC na Educação no Brasil era possível. Falo sobre isso, que é necessário ter uma política pública, mudar o PPP (Plano Político Pedagógico), investir em treinamento e capacitação, dar incentivos aos professores que se qualificarem, etc.
        Não adianta apenas comprar equipamentos, mas infelizmente é o que dá IBOPE, como na matéria do fantástico. Chama a atenção equipamentos de tecnologia.
        A política pública resolve vários desses problemas, mas barreiras sempre vão existir.
        Abraço e obrigado pelo comentário.

    3. Olá, Gustavo!

      Cheguei aqui através da marcação do meu nome no Facebook, para este artigo. Fique sempre a vontade para compartilhar artigos neste sentido.

      São ótimas dicas destacadas nesta postagem. Alguns estudiosos não são a favor de jogos informatizados para colaborar no ensino-aprendizagem. Eu sou totalmente a favor, aliás foi nesta área que conclui um projeto em conjunto na faculdade, que fez parte do meu processo de conclusão do curso.

      O projeto contou com visitas de escolas públicas e pudemos constatar, que, além de atrair o aluno para algo diferente e divertido, eles conseguem aprender conceitos matemáticos, que antes não aprendiam.

      A aplicação de jogos para computador e dispositivos móveis podem sim ajudar a despertar o interesse nos alunos em querer aprender. Isso pode ser aplicado para outras disciplinas, que normalmente são temidas por conta da sua complexidade.

      Se me permite, deixo algumas dicas de jogos para computador e dispositivos móveis.

      Abraço!

      • Edigley,
        que fantástico a sua experiência com o assunto. Que tal escrever um guest post sobre essa experiência para o GF Soluções?
        Abraço.

    4. Gustava, boas dicas! Levar a tecnologia para as salas de aula é um processo dinâmico e habilidoso!Parabéns!

    5. Um ótimo artigo, Gustavo.

      Há algum tempo comecei à trabalhar com jogos no computador para auxiliar no ensino da música. Navegando pelo Google Play, encontrei alguns aplicativos interessantes que abordam um pouco do que ensino, mas não tive tempo para estudá-los ainda.

      Com certeza dedicarei meu tempo para estudar isso. Este artigo serviu e muito para me lembrar disso.

      Muito obrigado! Abraços!

      • Rodrigo,
        que bom saber que já trabalhou com jogos no computador no ensino. Inclusive se quiser escrever um artigo sobre a experiência terei todo o prazer em publicar na categoria TIC na Educação.
        Abraço.

    6. Gustavo, para o nosso desafio de ensinar de acordo com as características dos jovens alunos, esse tipo de iniciativa vem a ser muito mais que interessante, pelo simples motivo de encaixar a educação com algo que eles gostam.

      Irei pesquisar mais sobre esses aplicativos, pois eu procuro um que permita a personalização para que nós, enquanto docentes, possamos definir as palavras e questionários no caso da Forca e palavras cruzadas, respectivamente.

      No mais, parabéns pelo artigo e pela iniciativa da série de artigos de TIC na Educação.

      Grande abraço!

      • Laurentino,
        vou ficar atento também e se achar algum aplicativo que permita personalização, lhe aviso.
        Abraço.

    Deixe uma resposta