Crie aplicativos móveis para Android e Ipad com o appsbuilder

Ainda me impressiona como as coisas mudam rapidamente na área de tecnologia. Só se fala em dispositivos móveis como, tablets, smartphones, iPhone, iPad, sistema Android, termos que eram pouco utilizados há pouco tempo. E os aplicativos web 2.0 não poderiam ficar de fora dessa nova onda. Hoje vou lhes apresentar o appsbuilder, uma plataforma que permite criar aplicações móveis para qualquer plataforma.

O appsbuilder é um projeto italiano, mas com potencial para conquistar utilizadores em todos os locais do mundo, pois a ideia é muito interessante e explora essa nova onda dos dispositivos móveis. Por exemplo, você pode utilizar a aplicação para transformar o conteúdo de seu blog em uma aplicação para iPhone, Android ou qualquer outra plataforma, e o melhor, pronto para ser publicado na loja do serviço e baixado milhares de vezes.

appsbuilder, web 2.0, tablet, ipad, android

Ainda não tive tempo de testar a aplicação, que é gratuita para utilização permitindo mostrar propagandas dos desenvolvedores, e custa 190 euros/ano para utilização sem propagandas e com suporte incluso. Mas em breve terei mais informações sobre essa aplicação, pois irei testar aqui no GF Soluções, já que possui um plugin para wordpress. Para utilizar o serviço basta acessar http://www.apps-builder.com/en/home e seguir as instruções. Confira abaixo o press release do serviço (traduzido do italiano para o português pelo Google Tradutor).

Nascido da idéia de dois estudantes da Politecnico di Torino, Pelleri Daniel e Louis Giglio, AppsBuilder é um serviço destinado aos utilizadores da internet que desejam criar aplicações móveis. Uma tecnologia inovadora que pode ser usado por qualquer pessoa – amador ou – até mesmo transformar qualquer site em funcionamento. A plataforma para publicar e distribuir a app store no principal (Apple, o Android, e logo do Windows) e para otimizar a aparência do conteúdo do site em dispositivos de navegação móvel. Ele pode ser usado por utilizadores individuais, bem como pela agência de web que desejam acompanhar seus clientes na migração para o mundo móvel.Grátis para aqueles que estão dispostos a acolher os banners executado por AppsBuilder em suas aplicações, ou um custo de 190 € por ano para aqueles que não querem a publicidade ou se preferir gerir de forma independente.

app nativo ou aplicação web?

Ofertas AppsBuilder com um dos temas mais actuais no âmbito de aplicações móveis e fornece aplicativo nativo e web app. Do buider.com local www.apps pode usar o sistema em todas as suas funções sem a necessidade de se inscrever. Na sequência de um processo único de desenvolvimento, você será solicitado a criar uma conta para fazer o download de aplicações nativas para a Apple, o Android, e web-app, abreviação de Windows Phone 7. Ao se registrar, os usuários podem criar um número ilimitado de aplicações, independentemente do preço que você escolher.

AppsBuilder e WordPress

AppsBuilder desenvolveu um inovador plugin para o WordPress, a plataforma líder para a criação de blogs com mais de 30 milhões de sites criados em todo o mundo com a única versão 3.0. É o primeiro plugin no mundo que permite que blogueiros e administradores do site para converter seu conteúdo em aplicações nativas (pronto para publicação na loja) para a Apple, o Android eo web-app. O serviço é gratuito e totalmente auto-serviço pode ser implementado através de uma simples e intuitiva.

Vi no Maestro Alberto

E você, o que achou da aplicação? Vai testar ou prefere esperar para ver o que acontece de novidade nessa área? Deixe sua opinião nos comentários.

Quer aprender como ganhar dinheiro na internet com conteúdo gratuito?

Gustavo Freitas

Problogger, empreendedor digital e criador do Método Start. Você conhece todos os meus projetos no Gustavo Freitas.Net.

Website: http://gfsolucoes.net

    0 Comentários

      • Cláudio,
        você tem toda razão, mas ai não é para todos, é para quem gosta e sabe programar.
        Abraço.

    1. Muito bacana a ferramenta. Mas vou ler mais sobre o assunto. Obrigado pelo artigo!
      abraço!

    Deixe uma resposta