Eu preciso desligar o computador?

Lendo a revista PC WORLD de Março/2008 (ok, estou um pouco atrasado em minha leitura) me deparei com uma dica a respeito de desligar ou não o computador a noite, ou quando não for utilizado por um longo período. Essa dica me fez lembrar de uma discussão em uma lista, recentemente, sobre essa dúvida, pelo que resolvi escrever esse post, que abordará apenas computadores domésticos.
Não vou afirmar aqui se o correto é desligar ou não o computador, mas tentarei levantar as vantagens e desvantagens dos dois procedimentos para que cada um julgue o que se encaixa melhor em sua realidade.

Não desligar o computador

Vantagens:

  • O computador está sempre pronto para ser utilizado, sem necessidade de aguardar uma inicialização demorada
  • Agendamento de tarefas nesse tempo ocioso como backup, desfragmentação e verificação de vírus

Desvantagens:

  • Gasto de energia desnecessário
  • Acumulo de erros e perca de desempenho devido ao problema do Windows acumular restos de programas e arquivos durante o funcionamento, o que pode ser contornado com uma reinicialização

Opinião: Se você deseja que o computador fique ligado apenas para executar tarefas de backup ou desfragmentação, você pode hibernar o computador (economizando energia) e programar a tarefa em um horário específico.

Desligar o computador

Vantagens:

  • Economia de energia
  • Proteção contra descargas elétricas
  • Ao desligar o computador todo o lixo acumulado pelo Windows é descartado, melhorando o desempenho e excluindo erros

Desvantagens:

  • Demora na inicialização
  • Necessário fechar todos os programas, o que é muito chato (principalmente para quem tem pouco tempo para a leitura e gosta de deixar o Firefox aberto nas notícias que acha interessante, mas ainda não teve tempo para ler – como eu…rsrsrs…).

Opinião: Se você irá passar várias horas fora, não precisando que o computador realize qualquer atividade nesse período, deixe-o desligado.

Minha experiência com tecnologia ilustra bem esse dilema. Levo meu notebook de casa para o trabalho e do trabalho para a faculdade todos os dias da semana. Pela manhã trabalho em casa, a tarde no trabalho e a noite utilizo na faculdade. Bom, se tiver que esperar a inicialização em todas as vezes, perderei muito em produtividade, então utilizo com certa frequência a hibernação do Windows, mas chega certos momentos da semana em que preciso reiniciar o sistema, pois o Windows vai acumulando restos de programas e arquivos durante o percurso e o que torna inviável sua utilização com performance agradável. Então, na minha realidade atual, utilizo muito a hibernação, mas recorro ao desligamento do sistema quando necessário. E você, como lida com esse fato? Tem alguma dica ou opinião diferente? Vamos debater nos comentários?

Quer conhecer a técnica que usei para ganhar R$ 1.091,80 em menos de 48 horas?

Gustavo Freitas

Problogger, empreendedor digital e criador do Método Start. Você conhece todos os meus projetos no Gustavo Freitas.Net.

Website: http://gfsolucoes.net

    0 Comentários

    1. Vitor

      No verão, aqui é super abafado… e pra evitar de ter que deixar um ventilador sempre perto do computador (e gastar mais energia), desligo ele sempre. Já no inverno deixo hibernado e ligado 24 horas por dia, sem nenhum problema. Já no caso do notebook, não o desligo, porque em caso de queda de energia tem a bateria e eu uso um cooler externo ligado por USB que é uma beleza, hehe (comprei no ML).

    Deixe uma resposta