Entrevista com Rodrigo Piva do Curiosando

Hoje no “Fala Blogueiro” a entrevista é com o carismático Rodrigo Piva editor do excelente blog Curiosando. Veja quem é o Rodrigo Piva por ele mesmo:


Meu nome completo é Rodrigo Camargo Santos Piva, completei 29 anos agora em dezembro, sou solteiro “no papel”, mas casado no coração e na prática, já que moro com minha noiva blumenauense na cidade de São Paulo. Sou Designer desde 1993 quando a profissão não era muito reconhecida então nos chamavam de Diagramadores, profissão que também exerço.

Entrevista para o Fala Blogueiro

Confira a entrevista na íntegra.

GF Soluções: Há quanto tempo e como surgiu o Curiosando? Você teve algum outro projeto na internet antes dele?
Resposta: O Curiosando oficialmente surgiu em Maio de 2008. Seu planejamento aconteceu um ano antes, mas por falta de tempo não podia me dedicar verdadeiramente à ele. Em 2006 tive outro projeto na internet em parceria com um grande amigo jornalista e ex-chefe, sobre uma revista de tatuagens — apesar de eu ainda não ter nenhuma —, chamada Revista Tatuadores que se tornou um site e que agora será relançado. Mas meu “bambino” é mesmo o Curiosando. hahaha

GF: Qual o fluxo de visitantes únicos por mês? Está satisfeito?
Resposta: Fechei 2008 com 120 mil visitantes únicos e quase 300 mil page views, segundo a empresa que hospeda o site e o Analytics (os dados divergem cerca de 10 mil visitas para mais ou para menos entre ambos), o que é fantástico para o relativo pouco tempo de vida do site. Eu já estava satisfeito quando atingi 10 mil no segundo mês de vida, então não tenho como negar minha felicidade. Mas o que mais importa não é nem o número de visitantes e sim, o de comentaristas fiéis que se tornam amigos. Esse retorno é gratificante demais.

GF: Como consegue aparecer em tantos blogs e redes sociais ao mesmo tempo? E como mantém a qualidade de seus comentários (sempre agregando valor e simpatia ao post)? Tem idéia de quantos comentários faz por dia na blogosfera?
Resposta: Como sou assumidamente fanático por notícias e artigos em geral é a união do útil ao agradável. Trabalho o dia inteiro na frente do micro e por conta do uso constante de Photoshop tenho dois monitores, para facilitar a edição de imagens; e o mais importante: sou autônomo, ou seja, não preciso esconder as janelas do navegador! hehehe Isso tudo me permite navegar e comentar mais vezes do que deveria e menos do que gostaria, senão não consigo cumprir prazos. 🙂

GF: Você é um tido como modelo de blogueiro a ser seguido para vários iniciantes, você sabia disso? Se sim qual o sentimento de ser observado em cada passo que dá na blogosfera?
Resposta: Fico honrado em saber disso, mas tenho muito que aprender ainda. Procuro fazer as coisas com consciência e publico aquilo que acho certo. Principalmente em questão de política. Eu Rodrigo Piva, sou apartidário, então procuro exprimir isso de forma clara quando denuncio ações que a meu ver são contra a sociedade como um todo, independente se os envolvidos estão na oposição ou situação. Acredito que isso contribui para que as pessoas se identifiquem com os textos críticos. Já minhas paixões: design, fotografia, natureza… contribuem para amenizar e lembrar que existem muitas coisas belas para serem apreciadas.

GF: Você possui outros blogs? Se sim, quais?
Resposta: Não, não. Por enquanto quero só me dedicar ao Curiosando e ajudar aquele projeto da Revista Tatuadores que comentei anteriormente.

GF: Você conseguiu alcançar seus objetivos na blogosfera em 2008?
Resposta: Diria que ultrapassei todos eles. Eu me impus uma meta que era fazer um site do qual eu me orgulhasse. Sempre acreditei que o resto seria conseqüência disso. Quando você faz o que gosta o retorno aparece, as vezes mais cedo, as vezes mais tarde, mas com certeza ele chega.

GF: Quais seus principais objetivos na blogosfera em 2009?
Resposta: Pretendo participar ainda mais, me engajar em algumas campanhas que por falta de tempo — mesmo! — não pude, como por exemplo, as blogagens coletivas sobre temas que acho de extrema importância, tais como a pedofilia, meio-ambiente, etc. Espero conseguir. Nem que tenha que dormir menos do que as atuais 6 ou 7 horas diárias.

GF: Consegue imaginar como seria a sua vida se não existisse a tecnologia, internet, blogs? Em que você estaria envolvido (no lugar de um blog) se fosse uma realidade?
Resposta: Até 1997 eu ignorei a internet. A razão é simples: não tinha grana para pagar provedor e o custo mensal da conexão! haha De lá pra cá ela se tornou meu trabalho, meu lazer, minha fonte de informações, enfim, seria complicadíssimo. Certamente se não tivesse mais a tecnologia, me dedicaria a algum projeto que envolvesse animais. Uma ONG ou algo do gênero onde pudesse abrigar animais abandonados como o “Rancho dos Gnomos” que trata de animais grandes, somada a possibilidade de abrigar cachorros e gatos. Em síntese animais. Me dedicaria à isso.

BG: Use esse espaço para deixar uma mensagem para os leitores do GF Soluções.
Resposta: Gostaria de agradecer a você, Gustavo, pelo convite, que aceitei de ‘bate-pronto’, já que leio e admiro muito o GF Soluções e aproveito o espaço para desejar um ano de 2009 com muita saúde para todos. Parece clichê, mas sem saúde a gente não é nada e com ela podemos correr atrás de todas as outras coisas: felicidade, amor, e claro, dinheiro, afinal, todos temos contas para pagar. Grande abraço e muitíssimo obrigado pela honra de estar por aqui.

Entrevista com Rodrigo Piva do Curiosando
Rate this post

0 thoughts on “Entrevista com Rodrigo Piva do Curiosando”

Deixe uma resposta